Uma pedrada no charco

A política açoriana não é conhecida por grandes mudanças. Em 40 anos de autonomia, dois partidos formaram governo: 20 anos cada um de forma consecutiva e apenas 4 presidentes do governo regional. A maioria dos governos regionais foram de maioria absoluta e, neste momento, há 20 anos que governa o PS, 16 deles com maioria […]

• • •

Liberdade de escolha?

A recente polémica sobre a decisão do Governo da República em acabar com o financiamento a colégios com contratos de associação, em zonas onde há oferta pública suficiente, reacendeu o debate sobre a escola pública. À esquerda, há muito que esta medida era defendida: não faz qualquer sentido financiar turmas em escolas privadas quando existe […]

• • •

Transporte coletivo de passageiros, o Esquecido

Um dos assuntos que mais tinta faz correr nos Açores são os transportes. Os transportes aéreos são notícia dia sim, dia sim. Os transportes marítimos caminham no mesmo sentido. O parente pobre do setor é o transporte coletivo terrestre de passageiros. Praticamente ninguém dá por ele na imprensa, raramente ocorrem mudanças de monta e quase […]

• • •

O controlo público e democrático dos sectores estratégicos

Parece que há quem esteja preocupado com a “espanholização” da banca portuguesa e pareça favorecer uma mais equilibrada distribuição do sector financeiro. Por equilibrada, entenda-se entre Espanha, Angola, China e EUA com alguns lugares para os banqueiros nacionais, os mesmos que tão bons dividendos receberam da banca durante vários anos.
Mas haverá algum equilíbrio em entregar […]

• • •
1 2 3 111