Praia da Ribeira Quente – Entulho “anti-derrocada”

Primeiro as fotos. Depois o resumo da história.

Para quem conhece a praia, sabe bem que toda a praia é visível da zona habitacional. A praia é pequena (menos de 1 Km) e esta obra de arte está mais ou menos a meio da praia. Qualquer pessoa que passe nesta zona vê este cenário, sejam eles a Polícia Marítima, Vigilantes da Natureza, autoridades políticas, residentes, turistas.

Praia da Ribeira Quente - Entulho anti-derrocada 1

Praia da Ribeira Quente - Entulho anti-derrocada 2

Praia da Ribeira Quente - Entulho anti-derrocada 3

Uma foto de toda a praia, um pouco mais antiga.
Praia deserta

Resumo da história: Toda a praia, como se pode ver na foto, é limitada a Norte por uma falésia altamente instável por ser constituída principalmente por depósitos de pedra-pomes. Desde que me recordo sempre houve derrocadas nesta praia no Inverno causadas tanto por chuvas fortes como pelo mar que no Inverno pode chegar à falésia.

No topo da falésia existem várias ruínas de casas. As mais próximas da falésia foram abandonadas à força em 1969 devido à proximidade crescente do precipício. As casas já não ofereciam condições de segurança com o recuar da falésia devido aos deslizamentos de terra.

Nos anos 90, não sei ao certo em que ano, mas se a memória não me falha provavelmente entre 95 e 2000 foi reconstruída uma casa no topo dessa falésia. É a casa que se pode ver no topo da falésia nas primeiras fotos. Como tal foi permitido? Não sei, mas gostava de saber. Não conheço ninguém que tenha achado boa ideia, mas parece que houve quem achasse.

Os últimos 2 Invernos foram bastante rigorosos e a falésia recuou mais e, como se pode ver pelas fotos, está muito instável. A casa está perigosamente próxima da falésia e não tarda muito será uma casa na praia, literalmente.

Ora, parece que alguém achou que a solução seria colocar uns sacos de areia, madeira e pedras na base da falésia, em plena praia, para parar as derrocadas. Não, não vai ser suficiente. Ninguém fez nada para o impedir.

Agora como se resolve este problema? Certamente que o € dos nossos impostos estará envolvido, tanto para limpar a praia como para salvar uma casa que nunca deveria ter sido construída.

#açores#Praia#Ribeira Quente

Comments

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.