Swordfish – alternativa a Trados e Wordfast

Actualmente os tradutores profissionais, como em quase todas as profissões, têm ao seu dispor ferramentas informáticas que auxiliam o seu trabalho e lhes permitem rentabilizar ao máximo o seu tempo. Ainda não existe, e talvez nuncssa venha a existir, uma aplicação que seja capaz de traduzir um documento com a mesma qualidade de um tradutor de carne e osso, mas existem ferramentas que constituem uma grande mais valia na área da tradução.

As ferramentas de CAT (Computer Aided Translation), em termos gerais, utilizam uma memória de tradução a partir de todas as traduções realizadas pelo utilizador, armazenada numa base de dados que pode ser utilizada em traduções posteriores. A utilização destas aplicações baseia-se no pressuposto que grande parte do trabalho de tradução efectuado por um tradutor é extremamente repetitivo, especialmente em áreas mais técnicas e muito específicas. Deste modo, uma aplicação com memória de tradução poderá automaticamente traduzir uma percentagem significativa de texto, correspondente às frases e termos utilizados pelo tradutor e igualmente presentes no texto a traduzir. Naturalmente que todo esse texto traduzido automaticamente necessita de uma revisão profunda .

As ferramentas de CAT mais populares são o TRADOS e o Wordfast. No entanto os utilizadores de Mac OS X não têm a hipótese de utilizar o Trados e os utilizadores de Linux não podem utilizar nenhuma das duas aplicações. Para além disso o Wordfast necessita do Microsoft Office para ser executado.

Felizmente este cenário começa a mudar. Recentemente foi lançado o Swordfish, uma aplicação de CAT multiplataforma, pode ser executado em Linux, Windows e Mac OS X devido a ter sido desenvolvido na linguagem Java, o que o torna facilmente portável para múltiplas plataformas.

O Swordfish utiliza o formato aberto XLIFF e suporta memória de tradução TMX (Translation Memory Exchange). A memória de tradução é armazenada numa base de dados interna, ou opcionalmente, numa base de dados MySQL ou Oracle, o que é aconselhável para bases de dados de grandes dimensões, já que a base de dados interna perde performance à medida que mais entradas são adicionadas.

É possível traduzir ficheiros em diversos formatos, pois o Swordfish possui filtros de conversão para XLIFF para quase todos os formatos de ficheiro de texto: doc, odt, docx, abw, html, xml entre muitos outros.

Possui verificação ortográfica através dos dicionários do OpenOffice ou do aspel (Linux). A interface do utilizador é, à primeira vista, complexa o que poderá ser um pouco assustador para o novo utilizador. Esta é uma aplicação com muitas funcionalidades e uma leitura (nem que seja muito breve) do manual é necessária para uma utilização eficiente do programa e após algumas horas de contacto a sua utilização é bastante simples. A interface basea-se em 5 painéis Tradução, de Coincidências e de Tradução Automática e de Terminologia e Principal que podem ser ocultados consoante a vontade do utilizador.

swordfish

O Swordfish possui uma funcionalidade de tradução automática. Esta traduz cadeias de texto automaticamente à medida que aprovamos cadeias traduzidas que sejam exactamente iguais a outras existentes no documento. Este tipo de funcionalidades poupa-nos muito tempo e trabalho repetitivo que é aquele que é sempre mais detestado.

Aconselho a utilização de motores de bases de dados externos (MySQL ou Oracle) já que quebra de performance da base de dados interna é notória após traduzirmos alguns documentos. Um outro senão do Swordfish (que também acaba por ser uma vantagem para a sua portabilidade) é ser uma aplicação escrita em Java o que torna a sua utilização de RAM bastante elevada. É aconselhável uma máquina que não seja excessivamente antiga e com 1G de RAM para uma boa performance.

Para além do inglês, o Swordfish vem traduzido em várias línguas, entre elas o português de Portugal. Em breve o manual também estará traduzido o que é uma vantagem para os utilizadores portugueses. Uma interface em português brasileiro está também disponível.

Aconselho a experimentarem!

#abw#CAT#doc#html#linux#mac osx#odt#swordfish#tmx#trados#Traduções#windows#wordfast

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.