O Grillismo: outro culto de direita vindo de Itália – artigo de Wu Ming

A resposta à ofensiva da austeridade nos países do Sul da Europa tem sido consideravelmente diferente em cada país e nenhuma dessas respostas pode ser  transposta, a régua e esquadro, para outro país. No entanto, não devemos certamente ignorar os acontecimentos nos outros países que estão na mira da troika. Importa por isso conhecer um pouco mais do que acontece em Itália, onde o movimento 5 Estrelas de Beppe Grillo tornou-se um caso de estudo. São muitas as dúvidas em relação a esse movimento e, por cá, lê-se um pouco de tudo: desde gente que, mesmo à Esquerda, considera que constituí uma esperança de mudança no sistema político-partidário a gente que olha com desconfiança para ao seu discurso populista, com um pé no discurso da Esquerda anti-austeridade e outro no pior da Direita.

Um excelente artigo sobre este movimento foi escrito pelo colectivo de escritores Wu Ming (autores de romances como Q – O caçador de hereges ou Manituana) que se enquadram na Esquerda radical italiana. É nos oferecida,  neste artigo, uma visão a partir de dentro da sociedade transalpina, abordando as contradições do 5 Estrelas, o seu modo de funcionamento interno, as semelhanças com outros “movimentos” também surgidos em Itália no início do século XX, a convivência entre ideias progressistas, xenófobas e anti-semitas no movimento, a militância de ex-fascistas, a ausência de democracia interna, etc.

É um longo artigo, em inglês, a ler com vagar e reflexão.

http://www.wumingfoundation.com/english/wumingblog/?p=1950

 

 

 

#5 estrelas#austeridade#itália#wu ming

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.