Estagiar L e T: toda a gente quer

Cada vez mais surpreende-me a quantidade de anúncios de empresas/instituições que procuram estagiários L e T (programa de estágios do Governo Regional dos Açores). O que é ainda mais de espantar é que nunca vi qualquer anúncio de emprego de muitas dessas empresas/instituições.

O que quer isto dizer? Será que há muita boa gente, nesta região abençoada por uma rosa, que sobrevive, tem lucros e mantém portas abertas à custa dos euros do Governo Regional? Deixo ao critério de cada um.

Não critico a ideia do estágio em si. É óptima. Mas desta forma o que ganham os estagiários? Como ex-estagiário nos primeiros anos do programa, ganhei pouco ou nada, para além do ordenado que consegue-se igualar em qualquer caixa de supermercado. O que ganham os desempregados qualificados e os que têm empregos para os quais sobre-qualificados e muitas vezes são explorados, de forma que lembra a escravatura, trabalhando semanas seguidas (por vezes meses) sem dias de descanso e sem a devida compensação financeira (leia-se sector do Turismo)? Esses nada ganham. Fecham-se mais as portas de um possível emprego ou de um emprego melhor, para depois esses mesmos estagiários um dia também eles encontrarem-se mesma situaçãom aumentando a grande lista de trabalhadores qualificados no desemprego ou afins.

Bem, já lá vão dois pots sobre sociedade. Em breve a tecnologia o software voltarão, são bem mais simples.

#Desemprego#Emprego#Estagiar L#Estagiar T#Estágios#Injustiça

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.