As mudanças da crise

Olhando para trás na história é fácil constatar que as grandes mudanças acontecem em alturas de “crise”. A “crise” pode ser criada por diferentes factores: guerras, epidemias, desastres naturais, e má governação e/ou gestão, apenas citando algumas. Ao que se diz estamos a entrar numa profunda crise por isso podemos esperar várias e profundas mudanças. A crise é global, ao que parece. Ou pelo menos quase global, pois aqueles que continuam no chamado 3º Mundo já não podem descer abaixo do nível miserável em que vivem.

Épocas de mudança são também épocas de oportunidade. Oportunidades para os oportunistas mas também para que algumas das profundas injustiças que reinam na nossa sociedade seja atenuadas ou, utopicamente, desapareçam. O ano de 2009 será extremamente activo a nível político em Portugal. A nossa ditadura com uma pausa de quatro em quatro anos terá uma das suas pausas em que um pouco de poder é dado ao povo. É altura de fazermos ouvir um pouco mais a nossa voz que na esmagadora maioria das vezes nem chega a sair-nos dos lábios.

Pode ser que tudo isto por que passamos agora, e que vamos suportar nos próximos tempos, tenha no futuro um resultado positivo. Pode ser que alguém perca algum do poder que agora pavoneia.

As mudanças não se fazem sem sacrifício e este talvez seja apenas mais um a que estamos sujeitos. Esperemos ao menos que algo mude.

#crise#desigualdade#mudança#política

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.