Contribuições e experimentações

Nas últimas semanas não tenho tido muito tempo nem disponibilidade para contribuir nem fazer algo de muito produtivo, como continuar a minha aprendizagem de python. No entanto já actualizei as traduções de alguns módulos do gnome extras e diverti-me um pouco a fazer uma instalação de debian testing num portátil (o que uso no emprego) com uma placa wireless broadcom não suportada. Lá consegui por a coisa a funcionar mas mas apenas com o wicd, já que com o network-manager não havia maneira.

Por enquanto ainda não tenho comigo o meu desktop que também tem debian, por isso ando apenas com o meu portátil pessoal que já há cerca de um mês está com o fedora 10. Fedora porquê? Aprendizagem de sistemas baseados em rpm; novas versões de muito software aparecem nos repositórios não sendo preciso tar a adicionar múltiplos repositórios nem compilar com tanta frequência; excelente performance; excelente arte gráfica (gosto pessoal); entre outras razões que não vale a pena estar a especificar. Não está tudo semi-automatizado como em ubuntu mas para quem tem alguns meses de experiência com linux facilmente consegue fazer tudo o que quer. Claro que falo de drivers e codecs proprietários, porque se quisermos 100% free software não há praticamente nada a configurar. No meu portátil o fglrx é obrigatório porque sem ele a ventoinha trabalha incessantemente o que, para além de ser irritante, provavelmente iria reduzir muito o seu tempo de vida.

Ainda não experimentei o Jaunty, tenho aqui uma iso, mas ainda não tive oportunidade de testar numa máquina virtual. Um dia destes.




#Debian#Fedora#gnome#Traduções#ubuntu

Deixar uma resposta