Portugal – O aluno graxista

Evito escrever  posts políticos, principalmente quando tenho coisas muito mais úteis para fazer como agora. Normalmente penso duas vezes e desisto. Desta vez não resisto. Vou deixar aflorar a minha veia Socialista Revolucionária – sempre gostei do slogan do PSR “Viva a Ovelha Negra“) e dizer o que me tem passado pela cabeça sempre que ligo o rádio no carro e oiço as notícias do DPAR (Deficit, PEC e Agências de Rating).

Logo após o 25 de Abril, parece-me que está a ser perpetrado uma espécie de golpe de estado vindo, imagine-se, do estrangeiro. Não é invasão espanhola, antes fosse, ao menos seria uma nação. Parece-me que desta vez são uma coisa chamada Agências de Rating que querem passar a mandar no nosso rectângulo e caganitas no Atlântico (sim eu sei, moro numa). O nosso estimado governo assim que saíram notícias que uma dessas Agências tinha baixado o nosso rating, apressou-se a tentar acordos com o PSD para tentar apaziguar as ditas agências. O interessante é que essas Agências não se limitam a baixar o rating, fazendo lá os seus cálculos que servem os interesses sabe-se lá de quem, tratam também de aconselhar o governo a tomar uma série de medidas e a dizer o quão bom seria se Portugal tivesse um governo de maioria absoluta. A última vez que verifiquei pareceu-me que o povo tinha votado num governo minoritário e, em teoria, o presidente da junta aqui somos nós.

Mas o nosso governo , armado em aluno bem comportado, ou devo dizer graxista, apressa-se a conseguir um acordo que lhe dê uma espécie de maioria absoluta. Será que a cada sussurro de uma dessas agências vamos ter reuniões a trás de reuniões, acordos e mudanças de estratégia? A parte positiva é que o governo passa a gastar nicles em consultadoria económica e financeira e até política, pode orientar-se perfeitamente pelas ditas agências. Raios, até pode demitir os ministros das finanças e economia.

Se os nossos governantes tivessem entre as orelhas um pouco mais do que um túnel de vento de F1, definiriam um rumo, o nosso rumo e não aquele que nos dizem para seguir. Já somos crescidinhos. Podemos até não saber para onde ir mas, como diria o poeta, não sei para onde vou – Sei que não vou por ai.

“Vem por aqui” – dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: “vem por aqui!”
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali…

A minha glória é esta:
Criar desumanidade!
Não acompanhar ninguém.
– Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre a minha mãe

Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos…

Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: “vem por aqui!”?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí…

Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?…
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos…

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tectos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios…
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios…

Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém.
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções!
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: “vem por aqui”!
A minha vida é um vendaval que se soltou.
É uma onda que se alevantou.
É um átomo a mais que se animou…
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
– Sei que não vou por aí!

José Régio

#agências rating#aluno#graxista#pec#portugal

Comments

  1. António Manuel Dias - 28 de Abril de 2010 @ 20:29

    Boa!

  2. amrlima - 28 de Abril de 2010 @ 20:49

    😀 vou voltar ao estudo.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.