Não estava tudo à distância de um clique?

O Orçamento do Estado para 2011 congelou as valorizações salariais na administração pública, nomeadamente progressões e promoções na carreira. Esta foi uma das medidas de austeridade que mais se prolongou no tempo e que atravessou governos do PS e do PSD/CDS.
O congelamento das carreiras manteve-se em todos os orçamentos posteriores. Em virtude da Lei do […]

• • •

O novo ciclo das privatizações

O Bloco de Esquerda exigiu esta semana, no parlamento regional, explicações sobre o anunciado Plano de Reestruturação do Sector Empresarial Regional por considerar urgente clarificar e submeter ao escrutínio público o pensamento do Governo Regional sobre o futuro dos serviços públicos e das empresas públicas dos Açores.
Deste plano a decisão mais importante é a desastrosa […]

• • •

Auditoria ARRISCA

Causaram indignação as notícias que, na passada semana, deram conta do relatório de uma auditoria à IPSS Arrisca onde, entre outras informações, se revelava que a antiga presidente da instituição e atual Diretora Regional de Prevenção e Combate às Dependências, auferia um salário que ultrapassava os 4 mil euros. Mas o que foi noticiado vai […]

• • •

Uma pedrada no charco

A política açoriana não é conhecida por grandes mudanças. Em 40 anos de autonomia, dois partidos formaram governo: 20 anos cada um de forma consecutiva e apenas 4 presidentes do governo regional. A maioria dos governos regionais foram de maioria absoluta e, neste momento, há 20 anos que governa o PS, 16 deles com maioria […]

• • •