Uma pedrada no charco

A política açoriana não é conhecida por grandes mudanças. Em 40 anos de autonomia, dois partidos formaram governo: 20 anos cada um de forma consecutiva e apenas 4 presidentes do governo regional. A maioria dos governos regionais foram de maioria absoluta e, neste momento, há 20 anos que governa o PS, 16 deles com maioria absoluta. Qualquer pessoa que, não conhecendo os Açores, as idiossincrasias da sua política e ao ler a anterior resenha histórica, tenderia a intuir que estamos hoje num período de eminente mudança pelo longo período de governo PS. Há de facto sinais de mudança mas talvez não a mais óbvia.

• • •

As vitórias da Esquerda e as revelações da Direita

Passaram-se duas semanas das eleições, no dia em que escrevo. Ainda não sabemos que governo teremos: se um governo das direitas que se uniram antes das eleições e pretendem continuar no mesmo caminho de empobrecimento em nome da “consolidação orçamental” ou um governo que possa afastar-se desse caminho de flagelação do país, protegendo o emprego, salários e pensões.

• • •